Tópicos similares
    Hogwarts Revelium
    MSN GROUP
    group1378820@groupsim.com
    15 de Outubro
    sexta-feira
    a temperatura agradável permite que os habitantes de Hogwarts andem com roupas leves. Durante o dia o céu é claro e bonito, fazendo com que os jardins fiquem lotados por alunos em busca de um banho de sol. A noite o céu é estrelado e há um grande movimento de alunos em direção a Hogsmeade por causa de uma festa que o diretor permitiu a presença destes.
    AÇÕES:
    - aula de aritmancia para o 7° ano
    - aula de poções para o 6° ano
    - festa no Pub MixysBars, em Hogsmeade




    Últimos assuntos
    » Bate-Papo.
    03/09 | Passagem Secreta - tarde EmptyDom Jul 17, 2011 4:17 pm por Dominic Harvey

    » 15 de Outubro - Noite
    03/09 | Passagem Secreta - tarde EmptySeg Jun 27, 2011 11:43 am por Lucca Ragazzi

    » Pegunta idiota, Resposta cretina...
    03/09 | Passagem Secreta - tarde EmptyDom Jun 19, 2011 11:16 pm por Ethan Miller

    » Confesso que...
    03/09 | Passagem Secreta - tarde EmptyTer Jun 14, 2011 5:52 pm por William Kane

    » 15/10- Estrada de Hogsmeade-Tarde
    03/09 | Passagem Secreta - tarde EmptyDom Jun 12, 2011 3:28 am por Rosalie Marie Stewart

    para parceria,
    entrar em contato com:
    hogwarts.revelium@hotmail.com

    03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Nathan F. Andreiev em Seg Dez 13, 2010 4:07 am

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 98295561 03/09 | Passagem Secreta - tarde 57970357 03/09 | Passagem Secreta - tarde 40458679

    I don’t have lucky, I'm in love with my best friend
    Um conto de fada fracassado.


    - Desculpe Nathan mais eu não sou o final feliz que você procura. – Nesse momento minhas pernas não se moviam, eu ridiculamente me humilhei por nada, minha cabeça estava confusa, muita coisa havia acontecido nos últimos dias, eu realmente não sabia mais o que pensar. A menina que veio me acordar com doces beijos havia acabado de sair pela porta falando que não deveria ter feito aquilo, que não deveria ter ido tão longe. O culpado era eu? Não achava motivo de ser. Eu havia feito Algo errado? Provavelmente sim, porque se não fosse isso ela não teria saído do quarto do modo que saiu.

    Eu e meus livros idiotas, como eu poderia acreditar em algo escrito por uma pessoa que deveria estar em profundas mágoas, porque alguém que não estivesse sentindo-se tão isolado não teria a habilidade de escrever histórias tão perfeitas com detalhes e tramas maravilhosas. O mundo real não era como nos livros e graças a minha pequena e medíocre inocência me deixei levar em um conto de fada fracassado.

    Minutos depois, eu permanecia em estátua olhando para a porta com esperança de algo acontecer, que ela voltasse e me dissesse que tudo que ela havia falado não era real, que era um engano, porém nada aconteceu e da porta nada além de vento entrou.

    Com lágrimas presas em meus olhos eu me vesti, não estava a fim de ficar naquele ambiente, tudo me fazia me lembrar do que minutos atrás havia ocorrido, nesse momento notei o quão sentimental eu era, e que perder meu bv não deveria ter sido tão traumatizante, eu deveria ter ficado na minha! Com tantas meninas na escola que gostaria de ter uma chance comigo eu fui escolher bem a que me deixaria vendo bandeira.

    Sem saber para onde ir o melhor lugar passou pela minha cabeça, eu não ia naquele lugar há muito tempo, para falar verdade a ultima vez que tinha ido naquela passagem secreta fora no quarto ano. Um lugar legal, não muito espaçoso, porém eu ia até aquele lugar para estudar quando não encontrava paz nem na biblioteca e esse era a hora ideal para me afugentar do mundo, meus olhos estavam vermelhos e a ultima coisa que gostaria de ouvir era um “O que houve? Você estava chorando?”.

    Chegando lá me lembrei da pouca claridade que havia. – Lumos! – Com um movimento rápido com a varinha iluminei o lugar, e assim peguei um dos muitos livros que levei e comecei a lê-lo. Como dito antes, uma das poucas coisas que me fazia esquecer o mundo era ler e ler muito. Eu esperava ficar ali até o soar do toque de recolher, porém não poderia dar certeza do que aconteceria no próximo minuto.


    #14
    Nathan F. Andreiev
    Nathan F. Andreiev
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 47

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Summer Reyes em Ter Dez 14, 2010 4:17 am

    Post anterior: Lago negro
    * She'll make you live her crazy life *

    Meus pés estavam doendo, minhas roupas ainda não tinham secado e continuavam rasgadas. O rasgo na parte de trás do shorts era, definitivamente, o mais constrangedor. Depois do banho no Lago, tudo o que eu queria era ir até o banheiro feminino e tomar um banho de verdade. Mas não podia passar pelo Castelo com um rasgo na parte de trás do shorts. Tudo bem, eu estava com biquini por baixo. Mas ainda assim aquela visão poderia fazer os alunos e até alguns professores perderem o fôlego. Sem contar que me traria uma péssima reputação com as meninas. Sendo assim, só me restava uma saída para chegar até o banheiro feminino. Passagens secretas.
    Entrei em uma perto do salgueiro Lutador e logo em seguida já estava perambulando por inúmeros corredorzinhos cheios de umidade. Eu sempre me perdia ali dentro. Eu estava no sétimo ano, devia conhecer aquela escola como a palma de minha mão! Mas aqueles corredorzinhos secretos eram cheios de bifurcações e aparentemente eu escolhia sempre o caminho errado. Se queria chegar nas Masmorras, ia parar perto do Salgueiro Lutador. E eu tinha que tomar cuidado para não sair direto em Hogsmead! O que já havia acontecido diversas vezes e podia muito bem me render uma detenção. E lavar o banheiro da Murta com ela atirando coisas por cima de minha cabeça era a última coisa que eu queria nesse momento.
    Tentei me concentrar. Fechei os olhos e tentei deixar meus instintos me guiarem, enquanto mentalmente repetia para mim mesma: " Tudo menos Hogsmead, tudo menos Hogsmead" Fui passando minhas mãos por aqueles corredores cheios de limo, até que tropeço em algo duro. Algo que se moveu ao meu impacto. Abro os olhos assustada, procurando perceber onde estava. Era escuro e na minha frente havia uma estátua. A saída do quinto andar! Nem tive tempo de agradecer a Merlin estava preocupada demais em ver com o que eu havia me chocado. Era um garoto! Que olhava a parte de trás do meu shorts sem entender nada. Viro imediatamente, para cobrir minha retaguarda. Me encosto na estátua. Olho pro garoto:
    - Mas o que você está fazendo aqui? - disse irritada pra ver se ele esquecia o lance do shorts - Isso é uma passagem se-cre-ta! Pelo amor de Merlin! Se fosse para as pessoas sentarem e lerem, teria bancos, seria um lugar agradável! Eu podia ter me machucado! Ou melhor, eu podia ter caído em cima de você e te quebrado umas duas vértebras, Madame Pomfrey levaria uns três dias pra te curar e quem sabe aí você aprenderia que lugar de ler talvez seja na Biblioteca!
    Eu continuava brava e fuzilando o garoto com os olhos. Tudo bem, eu estava exagerando, mas estava a mais de 24 horas sem dormir, mais de 12 sem comer e minha aparência era a de quem tinha acabado de enfrentar Voldemort! Meu humor não podia mesmo estar dos melhores... Olho o garoto e o livro que ele trazia na mão. Lugar realmente estranho para uma leitura. Na verdade ele devia estar tramando algo proibido, ou não teria escolhido um lugar tão isolado. Ergui uma sobrancelha. De repente, algo no rosto do garoto me fez parar e olhá-lo mais atentamente. Ele era bonito. Do tipo extremamente bonito. Uma espécie de beleza hipnotizante. Me encostei com mais força contra a parede. Eu já tinha visto diversos garotos bonitos, mas a beleza daquele não vinha dos traços da feição ou do corpo muscoloso. Era como se fosse um feitiço. Como se estivesse no sangue dele. Chegava a ser meio assustador. Tinha ficado tão hipnotizada, que nem tinha reparado nos olhos do garoto, quando vi que eles estavam vermelhos, sorri. Tudo fazia sentido:
    - Mas que diabos de coisa poderosa você estava fumando aqui escondido antes de eu aparecer, hein? - disse aquilo num tom incriminador.
    Um sorriso despontou no meu rosto. Estava curiosa.

    Spoiler:
    Perdoe a Summer, ela está meio perdidinha... Está aí Miguel =) Sinta-se a vontade pra zuar ela também


    Última edição por Summer Reyes em Sab Dez 18, 2010 8:06 pm, editado 3 vez(es)
    Summer Reyes
    Summer Reyes
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 121

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Nathan F. Andreiev em Qua Dez 15, 2010 4:13 pm

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 98295561 03/09 | Passagem Secreta - tarde 57970357 03/09 | Passagem Secreta - tarde 40458679

    I don't wanna deceive you
    Quem diria, em plena passagem secreta


    Aquele livro de poções que se encontrava em minhas mãos parecia à solução dos meus problemas. Ao iniciar a leitura havia esquecido que tudo que me rodeava, o local úmido e sujo já não me fazia incomodar, porém nada poderia ser perfeito.

    -Buah!- Foi o que saiu da minha boca rapidamente depois da colisão com algum ser, ainda meio tonto tentando me levantar e olhei pra o lado, uma garota havia me atropelado. Antes que eu pudesse perguntar o que ela estava fazendo ali a mesma se prontifico a começar a me questionar.

    -Mas o que você está fazendo aqui? – E assim começou o discurso. Eu pude notar que ela não estava pensando somente nela, ela me questionou por medo de ter me machucado, achei isso legal da parte dela, porém meu humor estava para poucos. Eu simplesmente abaixei meu rosto pedi desculpa e fui em direção a meu livro.

    Ela ficou durante longos segundos me encarando ferozmente, e a cada segundo que se passava mais sem graça eu ia ficando. Meus olhos vermelhos me incomodavam um pouco, coçava e ardia, por este motivo sempre passava a mão sobre eles, porém tentava ser discreto, não espera nenhum conforto ali naquele lugar, só queria esquecer o mundo um pouco.

    -Mas que diabos de coisa você estava fumando aqui escondido antes de eu aparecer, hein? – Nesse momento encarei por impulso. – Fumar?- Abafei um riso, como alguém nesse momento conseguiria me fazer rir, com certeza isso não era esperado. – Melhor deixar em Off, não quero ser expulso. – Parei por um breve momento a encarando. – Brincadeira, só não estou no meu melhor dia... Quem diria que o segundo dia de Hogwarts traria tanta emoção? – Ri abaixando e balançando a cabeça em movimentos de negação. – E você o que faz aqui? Acabou de lutar contra Voldemort por acaso? – Tentei rapidamente mudar de assunto, porém só pela cara de curiosidade dela eu notei que ela não desistiria do assunto tão cedo.

    #15

    Nathan F. Andreiev
    Nathan F. Andreiev
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 47

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Kevin Antonny Fletcher em Sex Dez 17, 2010 6:50 pm






    Ótimo, minha vida estava quase acabada, meu primo viu o que nunca deveria ter visto. Eu precisava topar por ele, mas tenho medo da reação dele, não que ele venha me bater e tudo mais, pois ele não tem esse direito. Eu queria conversar e explicar afinal crescemos juntos e não queria que ele ficasse com raiva de mim, e sem falar no que sinto por ele é mais forte. Sim, eu gosto do Nathan, sempre gostei dele, desde o tempo de criança.

    Estava ainda meio que confuso com tudo o que tinha acontecido, pois sabia muito bem que eu poderia ser visto com o Eros, mas porque logo o Nathan foi ver? Porque não outra pessoa e ainda mais, quem aquela nanica pensava que era minha vontade era estuporar ela, mas já estava com a situação bem complicada entre eu e o Nathan e se eu fizesse algo só iria complicar ainda mais. Passando pelo quinto andar, indo em direção ao jardim ouço uns sussurros, parecia muito com a voz do Nathan, fui me aproximando e vi um pequena luminosidade dentro da passagem secreta, que por acaso de secreto só tinha o nome, pois todos já sabiam. Certo era Nathan e uma garota que não me era esquisita já tinha visto-a por os corredores. – Oi... – Falei com um tom bem baixo, pois ainda estava muito envergonhado do nathan – Nathan... – Respirei fundo e falei sem olha pra ele, não estava com coragem o suficiente - ...Preciso falar com você. – Olhei pra garota dei um breve sorriso no rosto para tentar disfarça, mas duvido que alguém caísse nessa.


    Kevin Antonny Fletcher
    Kevin Antonny Fletcher
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 14

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Summer Reyes em Sex Dez 17, 2010 11:35 pm

    * In this strange crazy old world *

    -Buah!
    Eu tropeçava no garoto, quase arrancava sua cabeça fora, jogava seu livro a quilometros de distância e tudo que ele fazia era soltar essa pequena exclamação? Devo dizer que os garotos de Hogwarts estão suportando a dor e a raiva cada vez melhor. Eu não pude ter uma atitude tão polida, já fui logo esbravejando com o garoto alertando-o sobre o perigo que era ler na passagem secreta, o quanto isso era um absurdo, que nós dois podíamos ter nos machucado e blá-blá-blá... No fundo eu só estava possessa porque além de estar passando pela maior ressaca da minha vida, ainda tinha que ficar desviando de garotos sentados pelo chão... Hogwarts ainda me matava do coração.
    Ele ouviu todo o meu discurso inflamado de forma pacífica e no fim quando eu já estava ofegante e com as bochechas vermelhas por ter falado vários segundos sem parar, ele disse baixinho:
    "Desculpe ".Foi realmente desconcertante. Ele mal tinha se abalado e parecia não estar nem aí com o fato de eu ter, praticamente, lhe dado um pontapé nas costas. Seria um cavalheiro afinal? Pelo jeito isso eu teria que descobrir...
    No instante seguinte reparei em seus olhos vermelho e perguntei o que ele estava fumando ali escondido, pois me custava acreditar que alguém ficasse com aqueles olhos só por ler um livro. E pra usar a passagem secreta ou estava fazendo algo proibido ou fugia de alguém. O garoto respondeu meu olhar pela primeira vez, correspondi já sem tanta fúria:
    Fumar?- ele pareceu segurar uma risadinha, seria efeito da substância que ele estava fumando segundos atrás? Melhor deixar em Off, não quero ser expulso.
    Fiz que sim com a cabeça e sorri. Muito sábio da parte dele não confessar que estava com substâncias tóxicas para uma estranha:
    - Brincadeira, só não estou no meu melhor dia... - Olhei para ele mais uma vez e ele me pareceu triste - Quem diria que o segundo dia de Hogwarts traria tanta emoção?
    Ele abaixou a cabeça e começou a rir como se não acreditasse no que tinha acontecido até então. Ri junto e murmurei baixinho:
    - Quem diria...
    Só a julgar pelos meus trajes já dava pra ver que meu segundo dia estava sendo BEM emocionante:
    E você o que faz aqui? Acabou de lutar contra Voldemort por acaso? Relaxei e soltei minhas mão da parede. O garoto só não sabia escolher os lugares de leitura, não merecia aquele ataque de raiva afinal. Eu me sentia exausta, então com um sorriso, fui sentar do lado dele, mas tomando cuidado para não bloquear a passagem, afinal, não queria que alguém esbarrasse em mim:
    - Acredite, passar por uma rave é tão ou mais dificil que lutar contra Voldemort... Descobri isso ontem - Sorri e resolvi responder a primeira pergunta - Está vendo a condição da minha roupa? Eu não queria ser o assunto de Hogwarts quando acordasse amanhã de manhã então resolvi pegar essa passagem pra não encontrar ninguém... - Olhei pra ele, de novo, com uma expressão séria, eu não queria que ninguém me visse naquele estado e lá estava ele olhando pra mim - Eu só não contava que os corvinos - Concluí pelas cores da gravta dele - Tivessem hábitos tão estranhos de leitura - sorri e olhei seu livro de poções - Nossa! Lugar estranho, forma de se divertir, mais estranha ainda...
    Fiz cara de nojo pro livro de poções. Não era novidade que eu não podia chegar perto de um caldeirão sem explodir o quarteirão inteiro ou que a poção saísse tão erradoa que até a nota de trasgo parecia um elogio:
    Oi...
    Me agarro no braço do corvino. MEU MERLIN! QUE SUSTO! Um garoto surgira do nada e agora nos olhava. Ao perceber que agarrava o braço de um garoto que eu nem conhecia solto imediatamente. O garoto que acabara de surgir prossegue:
    - Nathan... - Olho pro menino do meu lado. Nathan... Então era esse o nome dele? Combinava - ...Preciso falar com você.
    O garoto parecia envergonhado. Mas que diabos ele estava fazendo na passagem secreta? Pelo jeito ela nem era mais tão secreta assim! Hogwarts inteira parecia ter marcado uma reuniãozinha lá. De repente tudo fez sentido, um garoto envergonhado, uma passagem secreta, um cara de olhos vermelhos:
    - Olha se você veio atrás das substâncias que ele vende - aponto com a cabeça pro Nathan - Chegou tarde... A julgar pelos olhos vermelhos, ele já fumou tudo... - dei de ombros e olhei pro garoto que acabara de chegar - Mas pode ficar sossegado, eu não vou dedurar você pro Filch - Sorri de forma amigável - Nem você nem o Nathan...
    Spoiler:
    Off: Como vocês não desmentiram a história das drogas ela continuou com a viagem HUASHSUAHSUA Qualquer coisa mp que eu edito =)
    Summer Reyes
    Summer Reyes
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 121

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Nathan F. Andreiev em Sab Dez 18, 2010 5:43 pm

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 98295561 03/09 | Passagem Secreta - tarde 57970357 03/09 | Passagem Secreta - tarde 40458679

    Just smoke my cigarette and hush
    Quem diria, em plena passagem secreta #2


    Summer era mesmo muito engraçada, tinha uma aura feliz, só a presença dela já estava me animando. Não sabia se os livros ou ela, naquele momento, seria o melhor remédio, porém uma nova amizade não seria nada mal. Minha melhor amiga acabou desistindo de nos após o nosso curto caso inesperado, meu primo e amigo havia me assustado, meu dia estava realmente tenso e estranho, mas nada poderia piorar, ou pelo menos era o que eu pensava.

    - Acredite, passar por uma rave é tão ou mais dificil que lutar contra Voldemort... – Assim ela deu sua explicação. Realmente ela estava nos trapos, eu abafava um rio a cada comentário que ela fazia sobre seu dia. – Eu só não contava que os corvinos tivessem hábitos tão estranhos de leitura. – Realmente me ver naquele lugar com um livro nas mãos seria uma coisa muito estranha, porém aquele seria um ótimo lugar para ficar sozinho, pelo menos antigamente era.

    Rara era a palavra certa para dizer com qual freqüência alguém entrava naquela passagem quando eu ainda era uma criança. Eu costumava vir nesse local estudar, porque eu realmente, não gostava de ficar perto de outras pessoas enquanto estudava, e como não tinha muitas amizades sempre preferir ficar no meu canto. Eu havia parado de ir para a passagem secreta após conhecer Bella, eu realmente havia me esquecido dele até hoje.

    -Realmente um ato estanho. – Dei um sorriso amarelo enquanto focava meu olhar no livro parcialmente aberto em meu colo. – Porém pode ter certeza que são poucos os corvinos que tem atos tão estanhos, podemos dizer que sou uma exceção, nunca tive muito jeito com pessoas, e as únicas pessoas que realmente me escutava não estão, digamos, disponíveis no momento, então me refugiei aqui, para, como disse você “fumar minha erva”. – Conclui abrindo um sorriso, como ela poderia pensar que eu estava fumando, garota louca, isso seria a ultima coisa que eu pensaria ao ver alguém com os olhos vermelhos. – Nossa! Lugar estranho, forma de se divertir mais estranha ainda. – Ela focava meu livro de poções com certa repugna.

    -Oi... –Nem pude ver de onde era o oi, Summer no susto agarrou meu braço. Eu olhei para ela e voltei minha atenção para o dono do cumprimento, antes de Summer soltar meu braço com uma certa vergonha, eu fiquei olhando seriamente para Kevin, que nesse momento adentrava naquele lugar úmido e frio. – Nathan, preciso falar com você. – Fiquei pasmo, não sabia se deveria ficar bravo, ou feliz, não sabia. Ele não havia feito nada para mim, mas porque eu estava tão chateado, acho que tudo; Bella, ele, O outro grifinório desbocado, tudo estava uma bagunça.

    - Olha se você veio atrás das substâncias que ele vende, chegou tarde. Ao julgar pelos olhos vermelhos, ele já fumou tudo. Mas pode ficar sossegado, eu não vou dedurar você nem o Nathan pro Filch. – Com a Summer do lado nada poderia ficar serio, eu novamente abafei um riso, aquele momento não era para ser assim, eu deveria estar sério, mas não deu. Voltando meu olhar a Kevin respondi. – Pode falar, sou todo ouvido. E Summer não precisa sair daqui, na verdade não quero que vá. – Dei uma pausa enquanto olhava para ela. – Se você quer se explicar tudo bem, não estou nervoso com você, e não sei se deveria estar. Você não fez nada para mim, não é... – Tentei fazer o discurso, mas mais gaguejava do que falava, e com um nó na garganta não consegui soltar mais nenhuma palavra, só esperava a reação dele, ou a minha.

    #16
    Nathan F. Andreiev
    Nathan F. Andreiev
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 47

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Kevin Antonny Fletcher em Dom Dez 19, 2010 2:07 pm





    Olhares para mim, nada legal, quando você esta preste a pedir desculpa a uma pessoa que você não faz ligeiramente nada diretamente a ela. Mas tudo bem, tinha que falar e iria falar mesmo. Se tinha uma coisa que não saia da minha cabeça era a cena que o Nathan tinha visto entre eu e o Eros, foi burrice minha ter feito aquilo no lago negro, nunca deveria fazer aquilo. Pow não sou necessitado nem de homem e nem de mulher, e agora a pessoa que eu realmente gostava sabia o que eu realmente era de um modo muito... Diferente e confuso.

    Quando eu falei o 'OI' a menina pareceu se assustar, passamos uns segundos em silêncio e depois a menina falou “Olha se você veio atrás das substâncias que ele vende, chegou tarde. Ao julgar pelos olhos vermelhos, ele já fumou tudo. Mas pode ficar sossegado, eu não vou dedurar você nem o Nathan pro Filch.” O que? Ela tava falando de que? Drogas? O Nathan usa drogas? Vi o Nathan rindo, como ele poderia rir uma hora dessa? Eu estava ali meio que triste. “Pode falar, sou todo ouvido. E Summer não precisa sair daqui, na verdade não quero que vá.” Fiquei calado até ele terminar de falar tudo “Se você quer se explicar tudo bem, não estou nervoso com você, e não sei se deveria estar. Você não fez nada para mim, não é...” respirei fundo e aliviado por ele não esta chateado comigo, afinal era a ultima coisa que queria naquele momento.

    - Nem quero que ela vá também - soltei minha respiração – Afinal, quero que ela esteja de prova de tudo que irei falar... – tava complicado falar, mas iria falar, levantei a cabeça – Nathan, me desculpe por fazer você ver aquela cena, sei que era a Hora e o lugar errado, e nem era pra te acontecido aquilo... – enquanto falava minha cara era meio confusa, olhei pra ele – Aquele cara não significava nada pra mim, mal o conhecia, ele só me despertou uma coisa física, nada mais. – assim agora pude respirar perfeitamente mais aliviado – E... a pessoa que realmente gosto... – dei uma pausa de alguns segundos – é você! – não sei o porque tinha falado aquilo, mas eu necessitava abrir o jogo com ele, não dava mas pra ficar com aquilo preso dentro de mim, tava sofrendo demais.



    Kevin Antonny Fletcher
    Kevin Antonny Fletcher
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 14

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Summer Reyes em Dom Dez 19, 2010 5:51 pm

    * Everything became such a mess! *

    A passagem secreta era um lugar frio, úmido e estreito, como se imagina que uma passagem secreta deve ser. Porém estar ali com aquele corvino que lia nos lugares errados, até que estava sendo uma expriência agradável, ele parecia ser um cara legal:
    -Realmente um ato estanho. Eu acompanhei seu olhar até o livro de poções e fiz uma caretaPorém pode ter certeza que são poucos os corvinos que tem atos tão estanhos - olho pra ele com ar de incredulidade, pra mim, os corvinos e sua avidez desmedida por livros os tornava seres mais estranhos que... que... o pé grande(?) - podemos dizer que sou uma exceção, nunca tive muito jeito com pessoas, e as únicas pessoas que realmente me escutava não estão, digamos, disponíveis no momento, então me refugiei aqui, para, como disse você “fumar minha erva”.
    Dei risada. Ai, ai esses jovens que caem no mundo das drogas hoje em dia... Talvez realmente sejamos uma geração perdida, mas eu não tinha dúvida de que éramos a melhor. Olhei pra ele, sorrindo:
    - Hmmm... Sou obrigada a discordar de que você não tem jeito com pessoas. Teve jeito comigo.
    Sorri para ele. A partir daí as coisas começaram a ficar estranhas. Um garoto que tinha presumido vir comprar as drogas do Nathan surgira e o corvino do meu lado reagira a presença dele como se tivesse algo incomodo no ar. Eu me sentia uma intrusa em uma reunião de gangsters. Era como se o equílibrio ali fosse muito instável e a qualquer momento um Avada Kedavra fosse ler lançado. Levei a minha mão direita a minha bota. Nenhum deles sabia que minha varinha estava dentro dela. Melhor assim, por precaução. Nathan disse:
    Pode falar, sou todo ouvido. E Summer não precisa sair daqui, na verdade não quero que vá. Ele olhou pra mim. Engoli em seco. Aquilo tinha sido fofo, mas eu não sabia o que estava por vir e dependendo do que fosse talvez fosse melhor pra minha saúde física ter ido embora Se você quer se explicar tudo bem, não estou nervoso com você, e não sei se deveria estar. Você não fez nada para mim, não é...
    Olhei do Nathan pro outro menino que estava a nossa frente. Ele também era excepcionalmente bonito. Mas que diabos eu estava fazendo reparando na beleza do garoto quando um duelo podia estar prestes a surgir? Pelo amor de Merlin, concentre-se Summer. O que eu estava entendendo daquela situação bem confusa até agora: os dois garotos faziam parte de uma espécie de máfia, pelo tom envergonhado com que falava, o garoto que acabara de chegar tinha feito algo pra desagradar o Nathan, que vinha a ser o Poderoso Chefão dessa máfia, que tinha como ponto de encontro a passagem secreta. Ufa! Deu pra entender? O garoto que acabara de chegar resolve se manifestar, até então ele tinha ficado calado esperando o Nathan terminar:
    - Nem quero que ela vá também - Porque ninguém perguntava a MINHA opinião sobre esse assunto? Afinal, quero que ela esteja de prova de tudo que irei falar...Prova? Ai Meu Merlin do céu! Eu ia ser tipo testemunha ocular?Nathan, me desculpe por fazer você ver aquela cena, sei que era a Hora e o lugar errado, e nem era pra te acontecido aquilo... O garoto tinha cara de arrependimento, eu quase estava pedindo pro Nathan não tomar medidas muito sérias contra ele, ser piedoso com o que quer que ele tivesse feitoAquele cara não significava nada pra mim, mal o conhecia, ele só me despertou uma coisa física, nada mais. Será que ele tinha matado um cara? As coisas começavam a ficar realmente sinistras e o clima estava tensoE... a pessoa que realmente gosto... Ele fez uma pausa e eu deixei meu queixo cair. Peraí, por coisa física, ele quis dizer atração. Não, ele não tinha matado um cara– é você!
    Ele era gay!!! E gostava do Nathan! Sorri aliviada. Bom, as coisas tinham sido mais surpreendentes do que eu esperava, mas não havia motivo pra eu ficar com a mão próxima da minha varinha. A não ser que o Nathan ficasse ofendido, o que não fazia o estilo dele, tudo terminaria bem. Afinal se ele não sentisse o mesmo pelo rapaz era só dizer, o outro tinha sido bem corajoso em demonstrar seus sentimentos. Olhei pro Nathan. Será que ele também era gay? Seria um grande golpe pra comunidade feminina de Hogwarts. Na verdade, os dois garotos com os quais eu estava na passagem secreta tinham uma beleza hipnotizante. Mas o importante e o que eu queria pros dois era que fossem felizes. Olhei pro garoto em pé na minha frente:
    - Nossa! Você me deu um baita susto com esse seu ar de mistério! - sorri - Mas eu acho que estou meio sobrando nessa conversa garotos, vocês não preferem resolver isso a sós?
    Me levantei. Poxa, o garoto na nossa frente podia tomar um toco. E não há nada pior do que receber um toco quando tem alguém que não tem nada a ver com a história te olhando. Olhei pros dois de novo, eu tinha me enganado, a situação era tão complexa quanto se eles fossem da máfia e eu era só um ponto instável no meio de declarações, pedidos de desculpas e livros de poções.
    Summer Reyes
    Summer Reyes
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 121

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Nathan F. Andreiev em Sab Dez 25, 2010 12:19 am

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 98295561 03/09 | Passagem Secreta - tarde 57970357 03/09 | Passagem Secreta - tarde 40458679

    Don't tell me!
    Quem diria, em plena passagem secreta #3


    - É você! – Sabe quando o mundo para, tudo ao seu redor fica escuro, os únicos que permanecem em cena é você e as pessoas que estão na conversa iluminadas por um foco de luz localizado exatamente em sobre elas? Então isso foi o que houve naquela breve transferência de segundo.

    Eu não sabia o que falar, eu fiquei em estado de choque, meus olhos se arregalaram e meu olhar não chegava aos olhos de Kevin, a única coisa que eu via era o chão rústico daquela passagem secreta; minha mão direita foi em direção a minha boca que se encontrava parcialmente aberta, um leve desequilíbrio me fez dar alguns passos na recua e sentia meu corpo tremulo. Eu havia realmente me assustado, aquilo havia sido um baque e tanto.

    Para quebrar aquele instante muito desconfortável Sammer se pôs a falar: – Nossa! Você me deu um baita susto... – Eu realmente tentei ouvir o que ela estava falando e ressaltando, porém muitas cenas passavam em minha mente, exatamente TUDO que eu havia vivido junto a Kevin, cada brincadeira, cada sentimento que não deveria ser sentido, cada palavra de apoio, cada momento desconcertante. – Vocês não preferem resolver isso a sós? – Nesse momento voltei-me a realidade, Kevin podia gostar de mim, ou até mesmo me amar, mas comigo não era bem assim. Eu queria acreditar nisso.

    Olhei de espreita para Summer, fiz um olhar que tentava transmitir “não saia ... por favor”, eu não sabia se iria resolver, porém vendo a mesma não sair do local cheguei a conclusão de que ela havia entendido o recado. – Kevin, eu respeito você, seus gostos. – Dei uma balançada de cabeça como reprovação. – Gostos? – Um suspiro negativo soltei – Infelizmente eu não sinto isso por você, ou melhor, repugna seria a palavra certa para dizer o que eu sinto por você. –Eu não estava com tom bravo ou nervoso na fala e eu nem sabia realmente o que estava falando, não parecia palavras minhas, pareciam palavras de Bella, ela falaria assim, talvez o peso na consciência e tudo que havia ocorrido nos dois últimos dias me fazia pensar que nem ela, coisa que eu não deveria fazer e pessoa que eu não deveria botar a culpa, eu estava fujindo das minhas responsabilidades e estava tentando culpar outra pessoa, isso não era certo, porém não conseguia evitar. – Eu falei que não deveria estar bravo com você, mas sem sabe o porquê eu estou... Você não está me fazendo bem, acho melhor não nos falarmos. – Abaixei peguei minhas coisas e peguei na mão de Summer com o intuito de sair de lá e de fazê-la minha companheira de fuga. Perto de uma garota eu dificilmente choraria, Summer seria meu escudo. – Pode ter certeza que seu encanto não me afetará, compartilhamos o mesmo sangue, não se esqueça!

    Minhas palavras estavam curtas e secas, esse não era eu! Sou uma pessoa amável e compreensiva, não sou de falar, sou um ouvinte, um bom ouvinte para falar verdade. Minha garganta estava seca e com um enorme nó, era um misto de sentimentos descontrolados, precisava realmente de uma mão amiga naquele momento, porém que amizades eu tinha? Bella não falava mais comigo e Kevin ... E Kevin estava em minha frente se declarando, lamentável da minha parte.

    #17
    Nathan F. Andreiev
    Nathan F. Andreiev
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 47

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Bella Chatrywt em Sab Dez 25, 2010 2:35 am

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 16 03/09 | Passagem Secreta - tarde 12 03/09 | Passagem Secreta - tarde 18

    Sabe quando você sente que fez a maior burrada da sua vida? Pois é eu tinha acabado de fazer, não sei por que falei para Nathan foi meio que espontaneamente sem querer. Droga falar aquilo para Nathan era peder a amizade com ele, como eu pode ser tão tola? Imaginava se ele me perdoaria, eu achava quase que impossível mais se eu não tentasse é talvez isso não fosse possível. O meu único problema é que o castelo é enorme eu duvido que o ache em algum lugar, e eu não posso entrar no banheiro masculino, mas eu precisava dele, droga eu levantei e fui o procurar sem saber onde ele estava, mas eu precisava tentar. Meus passos em rápidos, na verdade eu estava correndo.

    Os olhos atentos aos corredores e a tudo, entrei em varias salas, temia não acha-lo. Droga mais eu tinha que tentar eu o gostava dele, eu nem acredito que estou gostando de um nerd que vive em uma fantasia que só vive para devorar livros de finais felizes. Mas mesmo que eu dissesse tudo o que sinto acho ainda difícil que ele me perdoe droga Bella droga. Corria com verocidade parecendo uma maluca desesperada para encontrar alguma coisa, algumas pessoas tentaram até me perguntar mais eu não dei bola afinal eu precisava encontrá-lo essa era minha meta por enquanto quando o achasse seria conseguir o seu perdão.

    Até que o achei na passagem secreta, mas fiquei no canto em uma parede onde ele não pudesse me ver, afinal ele estava acompanhado não queria interromper. Fiquei ouvindo a conversa afinal o que eu podia fazer? Sei que isso não era educado e quando me vissem ali iriam arrancar meus olhos. Era o primo dele que estava ali, quem eu tinha nojo de olhar, só de pensar nele me vinha àquela sena horrível do lago negro. Kevin gostava de Nathan? Nossa meu estomago embrulho tive vontade de xingá-lo. Mas esperei pela responder da Nathan, as palavras dele, ele nunca falaria isso falaria? Ele parecia diferente. Parecia não estava totalmente diferente.

    Não sabia até quando ficaria ali atrás daquela parede, Gostaria de imaginar, ou ser uma telepara, para saber o que Nathan me falaria quando me visse. Sai de trás da parede como se estivesse chegado ali agora, como se eu não tivesse ouvido tudo. Todos se olhavam abismado e eu havia chegado para acabar com o clima.
    – O que se passa alunos? Como se eu não fosse uma. Olhei para Nathan e dei um sorriso, ao menos o que esperava era que ele me xingasse. – Posso falar com você Nathan? Perguntei, parecia até uma santa. Minha garganta ardeu não sei por que mais eu estava com uma sensação péssima e o clima só veio a piorar.

    03/09 | Passagem Secreta - tarde B06i

    aviso da saaah:
    Penetra na aria \o/
    Bella Chatrywt
    Bella Chatrywt
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 40

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Summer Reyes em Qua Dez 29, 2010 2:24 am

    * When everything's wrong, I will still be around
    By your side *

    Nathan me olhava com cara de cachorro que caiu da mudança. Tinha um olhar que eu jurava que se eu saísse daquela passagem ou ele começaria a chorar, ou entraria em estado vegetativo, ou começaria a socar aquelas paredes velhas. Eu tinha minhas suspeitas se elas resistiriam caso o garoto tivesse um ataque de raiva. Eu sorri para ele demonstrando que iria ficar não importa o que houvesse. Ele me queria ali, na verdade, parecia precisar de mim ali e por mais que nos conhececemos a pouco tempo o garoto tinha conquistado minha amizade. Ficaria ali. Estava decidida. Ele começou a falar:
    - Kevin, eu respeito você, seus gostos. Ele balançou a cabeça com um ar de reprovãção, ergui uma sobrancelha – Gostos? Fiquei com pena do Kevin, Nathan falava de um jeito que se fosse comigo eu já estaria as lágrimasInfelizmente eu não sinto isso por você, ou melhor, repugna seria a palavra certa para dizer o que eu sinto por você.
    Fiquei com mais pena ainda. Será que precisava pegar tão pesado? Nathan parecia transtornado. Não parecia aquele garoto calmo que eu encontrara lendo um livro de poções no meio da passagem secreta. Ele parecia querer destruir o outro menino com palavras. O que de tão grave ele tinha feito eu ainda não entendia. Aquele modo de falar cruel era porque o grifinório se declarara pro Nathan? Não fazia sentido.
    Eu falei que não deveria estar bravo com você, mas sem sabe o porquê eu estou... Você não está me fazendo bem, acho melhor não nos falarmos.
    Ele se abaixou e recolheu seu livro eu estava meio paralisada, olhando pro outro garoto como quem pede desculpas por palavras que nem eram minhas. Nathan pega em minha mão, ele parecia precisar urgentemente de alguém. Eu queria ser esse alguém. Queria que ele soubesse que podia contar comigo. Mas o modo como ele falara com o outro garoto me deixara confusa sobre quem era o verdadeiro Nathan. Afinal ele estava oscilando entre Luke Skywalker e Darth Vader, está bem que um era pai do outro, mas não vem ao caso. Ele continua:
    Pode ter certeza que seu encanto não me afetará, compartilhamos o mesmo sangue, não se esqueça!
    Oh! Agora eu entendia! Eles eram parentes! Pedi pra Merlin pra não serem irmãos, porque aí a coisa ia ser feia. Mas se eles tinham o mesmo sangue estava explicado porque o Nathan reagira tão radicalmente. Realmente não dá pra aceitar um tio dando em cima de você! Eu não sabia se eles era mtio e sobrinho, mas agora eu entendia um pouco melhor o Nathan. Apertei a mão do garoto com força, mas ao mesmo tempo dei um sorriso amigável pro outro garoto. Ele devia estar me odiando por dar a mão a quem disse palavras tão horripilantes pra ele e eu simplesmente não conseguia tirar do pensamento a idéia de que a intenção do grifinório não tinha sido ruim. Ele só buscava um pouco de amor, como todos fazem no mundo afinal.
    Eu estava com Nathan, não contra o outro garoto, mas estava com o corvino. Eu estava disposta a ser o porto seguro dele no meio daquela confusão. Ele parecia estar precisando de um. Sorrio pro garoto mostrando que era sua cúmplice, não sei porque, mas tive a impressão que o nosso próximo seria sair correndo dali. Mas não aconteceu. Meus pés continuavam fincados no chão quando uma garota loira apareceu na passagem secreta. Começava a ficar apertado pra tanta gente:
    – O que se passa alunos?
    Olhei para a garota, sem entender o que ela pretendeu com aquela frase:
    – Posso falar com você Nathan?
    Os dois garotos a olharam e pareceram reconhecê-la. Ela parecia mais um ponto instável ali naquela passagem, mas ao mesmo parecia saber e entender bem mais que eu da situação. Ela parecia entender as complexas relações que se estabeleciam entre os dois garotos e o pior ser parte crucial dessas relações. Apertei a mão do Nathan com mais força. Ciúmes? Talvez, mas o jeito que a loirinha olhou pro corvino me fez ter essa reação sem sentido. Afinal, eu acabara de conhecê-lo. Olhei pro Nathan e numa das poucas vezes da minha vida eu não sabia o que dizer:
    - Você a conhece, Nathan ?
    Pergunta idiota, Summer. Eu sabia que a resposta seria positiva. Eu não conseguia entender direito o que se passava ali naquele momento, eu era uma variante nova numa equação já bem construída entre aqueles três. Olhei para o garoto que eu estava de mãos dadas. Não importava o porquê, não importava o resultado da equação, eu ficaria ao lado dele.

    Spoiler:
    Roh, me perdoe por ter te pulado, mas esperei o quanto pude, por favor não fique bravo =)
    Summer Reyes
    Summer Reyes
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 121

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Kevin Antonny Fletcher em Ter Jan 04, 2011 7:49 pm





    A situação se complicara cada vez mais, eu estava confuso confesso que tive vontade de chorar enquanto estava na minha cama, mas não chorei e não seria ali que iria chorar, na frente dele, sei que agora a garota sabia que gosto de garotos, mas não ligo e ela parecia não ligar também o que era um ponto positivo para mim. Confesso que estou morrendo de vontade de abraçar o Nathan e dar um beijo nele, mas não poderia fazer aquilo, ele só iria se afastar de mim.

    Kevin, eu respeito você, seus gostos.” Ótimo, outro ponto positivo pra mim “Infelizmente eu não sinto isso por você, ou melhor, repugna seria a palavra certa para dizer o que eu sinto por você.” Repugnância? Ele sentia nojo de mim? Aquelas palavras me atingiram de uma certa forma que acho que só não cai porque segurei na parede “Eu falei que não deveria estar bravo com você, mas sem sabe o porquê eu estou... Você não está me fazendo bem, acho melhor não nos falarmos.” Como ele tinha essa coragem toda de falar aquilo, eu estava um caco, minha lagrimas... tentei segura-las mais tinha sido em vão, agora elas estava a escorrer no meu rosto, isso era a ultima coisa que eu queria que acontecesse “Pode ter certeza que seu encanto não me afetará, compartilhamos o mesmo sangue, não se esqueça!” Sangue? Primos? Isso não significava nada demais – Somos apenas primos. – falei com um tom de desespero, mas bem baixinho.

    Durante a certa conversa a garota, Summer, ela dava sorrisos para tentar me animar, mas nada adiantava estava acabado. “O que se passa alunos?” aquela voz, eu conhecia, era a idiota da Bella, meu nojo daquela garota não me permitia olhar pra ela “Posso falar com você Nathan?” ai que menina chata – Garota... – Falei com um pouco de arrogância e olhando de canto de olho para ela - ... Você não vê que estávamos tratando de outro assunto? – aquela garotinha não se tocava mesmo. “Você a conhece, Nathan ?” olhei pra summer com um olhar de pedindo ajuda – Conhece sim, acho que até bem demais. – sim, falei com malicias, como ele já tivesse transado com ela ou algo do tipo.





    Spoiler:
    Sem problema Juuh.
    Kevin Antonny Fletcher
    Kevin Antonny Fletcher
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 14

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Nathan F. Andreiev em Ter Jan 04, 2011 8:55 pm

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 98295561 03/09 | Passagem Secreta - tarde 57970357 03/09 | Passagem Secreta - tarde 40458679

    I spoke a lot.
    Quem diria, em plena passagem secreta #4


    O clima naquele lugar realmente não estava bom, meu estomago apertava, meu equilíbrio era mínimo. Eu nunca na vida havia passado tanto mau em relação a sentimento, na verdade já havia, mas aquela ocasião era diferente dessa, agora eu estava confuso, minha menta estava entrando em ponto de fusão. Ver Kevin chorando na minha frente realmente não ajudou. Ele era realmente bonito e o ver chorar não mudava esse conceito, sua beleza era grande até em momentos de nervoso. Eu pensava se isso era algo real ou simplesmente suas habilidades, se for isso, eu também não deveria estar tão mau de aparência naquele momento... Aparência? O que isso tinha a ver com aquele momento? Eu realmente comecei a enlouquecer ou estava simplesmente tentando criar pequenas ilusões e contratempos em minha mente para que aquela ocasião ficasse melhor? Se fosse algo do tipo realmente não estava funcionando.

    Kevin na minha frente chorando, me fez ter muito dó dele, mas tudo não poderia piorar... Ou poderia? – O que se passa alunos? – Evitando olhar para a entrada da passagem eu olhei rapidamente para Kevin e após isso abaixai minha cabeça, aquilo realmente não ajudaria. Antes de qualquer reação eu simplesmente olhava para o chão rústico e apertava com força a mão de Summer que estava todo momento ao meu lado. Como uma garota como ela aceitaria ficar do lado de um estranho e do jeito que estava ela realmente estava disposta a me dar apoio, Merlin realmente me amava e me abençoava nesse momento me dando um porto seguro como ela.

    -Posso falar com você Nathan? – Falar comigo? Porque ela queria falar comigo? Eu realmente havia entendido o “eu sou um pássaro e tenho que voar” ou algo do tipo que ela falou. Ela havia me deixado plantado em meu quarto, como ela teve coragem? Ela, como mais ninguém, sabia o quão tímido e difícil nesses assuntos eu era. Ela havia brincado com meus sentimentos coisa que eu havia guardado com toda a força para dar a pessoa certa e quando eu pensei que havia achado, era ela, porém a mesma me quebra a cara. Eu não entendia o que ela estava fazendo ali, fazia poucas horas dês do enorme fora que eu havia levado, eu lembrava muito bem que ela não era meu final Feliz.

    Antes que eu pudesse pensar em responder, Kevin, as lágrimas, falava em um tom muito nervoso com Bella. Ele realmente gostava de mim, mas eu não poderia me permitir a isso. – Garota, você não vê que estávamos tratando outro assunto? – Summer ao meu lado parecia não compreender direito o que estava acontecendo, porém depois que Bella falou que precisava falar comigo Summer se aproximou mais de mim e apertou com força minha mão, parecia um ato de proteção, como se o seu aproximar servia de escudo ao que Bella tinha a falar. – Você a conhece, Nathan? – Antes que eu pudesse responder para variar, Kevin falou aumentando gradativamente seu tom de voz. –Conhece sim, acho que até bem demais.

    Olhei seriamente para Kevin nesse momento, não, ele não tinha direito de falar ou tirar qualquer conclusão sobre minha pessoa. Eu poderia ser uma pessoa tímida, nerd, bicho de livro, mas idiota eu não era, e escutar desaforo eu não iria. – Olha aqui Kevin. – Falei apontando o dedo para ele. – Se você me conhece bem sabe o porquê deu estar aqui! Eu estou evitando o mundo! E você, há, e você não tem direito de falar palavras com um ar tão sujo direcionando-as para mim – Parei e dei uma respirada. – Bella? Sim a conheço, e muito bem, somos amigos e nada mais! Bella não me desejou como namorado ou algo do tipo, ela me dispensou. – Falei de um jeito que ignorava a presença da Bella naquela sala. – Eu pensei em entregar todo sentimento guardado durante anos para ela, porém sabe qual foi a resposta dela para mim? Nathan não sou seu final feliz. – Agora olhando para Bela voltei a falar. – Agora eu pergunto Bella, o que você está fazendo aqui? Além de não ser meu final feliz você também não me deixará ter nenhum outro? Eu me guardava para a pessoa certa, é até ridículo falar isso, mas era o que eu fazia, desperdicei meu primeiro beijo com você, sabe o quanto isso me feriu? Sou sim uma pessoa sentimental, mas parece que ninguém nesse castelo respeita isso!

    Passei todo o momento retribuindo a força do aperto de mão de Summer, eu tinha medo de ter assustado-a, mas tudo isso era algo que eu precisava falar. Eu estava me contendo em lágrimas, eu não choraria, meus olhos poderiam estar vermelhos, mas eu não iria chorar, não por eles.

    -Como eu disse para o Kevin: Sou todo ouvido, pode falar, se tem algo a me dizer que me diga aqui na frente de todos, assim não será somente eu o julgador. – Eu estava irado com aquele momento, Bella chega na hora que eu menos imaginaria, Kevin tenta se declarar para mim, mas no mesmo momento derrama frases maliciosas. Eu realmente duvidada do amor que essas duas pessoas tão importantes na minha vida tinham por mim. Eu me sentia sujo naquele lugar.
    #18
    Nathan F. Andreiev
    Nathan F. Andreiev
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 47

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Bella Chatrywt em Ter Jan 04, 2011 9:12 pm

      03/09 | Passagem Secreta - tarde Avriliconbylilo103/09 | Passagem Secreta - tarde Avriliconbylilo1
      ----------
      The kids don't care if you're all right honey
      Pills don't help but it sure it's funny

      ----------

      Ser um meio veela é ter um mundo aberto para você. Não bem dizendo aberto, né quero dizer você pode conquistar as pessoas apenas jogando o cabelo para trás. Quem não se encanta com um de nos? Criaturas belas e realmente intrigantes, mas por mais que eu achasse isso eu odiei quando vi aquela garota apertar as mãos de Nathan. E aquele primo dele, simplesmente odiavel tão chato e pateta achava que tinha toda a razão e agora sua sexualidade duvidosa tinha sido confirmada com aquele circo de horrores no lago negro outro dia. Era inacreditável ele era um veela, não era meio era inteiro e era gay? Realmente horrível imaginar que isso pode acontecer. Se ele me odiava eu o odiava mais ainda.

      - Não falei para você falei? Então não dirija a palavra mim. Falei com arrogância e olhei para Nathan. Depois aquela garota da Grifinoria pergunto se ele me conhecia, eu ri e esperei que o primo idiota dele tirasse suas conclusões. – Com certeza! Sim nos conhecíamos até bem demais e fiz isso para provocar o priminho gay que estava chorando pelo Nathan. Eu juro que não tivesse classe eu atacaria Kevin no primeiro insulto, mas não era bem legal ficar batendo em uma bichinha. Meus olhos azuis estavam fixos nos de Nathan, mesmo que ele desviasse para não ficar me encarando eu não deixava de tentar provocar ele. Afinal eu tenho dons.

      Eu não queria dar uma de idiota mas acho que teria que fazer melhor do que falar para Nathan falar comigo de novo. Não queria apelar, mas eu precisava mesmo pedir desculpa. Eu não pensei quando fiz aquilo, não pensei na amizade e no que eu estava jogando fora quando eu fiz aquela bobagem quando eu sai pela porta e fui embora. Eu só esperava não ter que matar ninguém, brincadeira, mas aquela garota estava brincando com fogo olhando para ele daquele jeito. Não esperava aquele tipo de resposta de Nathan me deu vontade de usar a maldição da tortura nele. Deixei que ele falasse tudo que jogasse tudo em mim, afinal à culpada era eu.


      - Eu sei que você me odeia, ta eu sei! Droga desculpa não vai adiantar. Eu não pensei em você eu não pensei em mim, sou egoísta. Conheço você muito bem para saber que não deveria ter feito o que eu fiz. Não acredito que estou fazendo isso, mas... *Me ajoelhei no chão e disse. – Me desculpa, eu te amo Nathan. Eu não tenho medo de dizer isso na frente de todo mundo, por que eu amo mesmo! *Me perguntava como o tapado do primo dele devia estar se sentindo, mas não era pelo Kevin era pelo Nathan a quem eu achava mesmo que estava gostando.

      TRILHA Vampire Money – My Chemical Romance.
      STATUS Segundo post.
      NOTESPost editavel.

    Bella Chatrywt
    Bella Chatrywt
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 40

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Summer Reyes em Qua Jan 05, 2011 10:37 pm

    * Now we're here, and it turns to chaos
    Hurricane, coming all around us *


    Todos naquela passagem, exceto eu, tinham uma beleza hipnotizante. E aparentemente tinham junto com a beleza um instinto assassino. Eu estava sentindo que o momento do Avada Kedrava ia chegar. Nathan parecia odiar Kevin e com certeza não estava curtindo a Loira naquele momento. Kevin não hesitaria duas vezes em acabar com a garota. A menina não ficava atrás tratando Kevin com todo desprezo, talvez quisesse matá-lo. E eu? Bom, eu não queria matar ninguém, mas ficaria muito satisfeita em lançar um bombarda máxima naquela passagem e acabar com toda aquela confusão. Um bombarda sem a intenção de provocar ferimentos em nenhum deles, é claro. Mas o pior ainda estava por vir. Kevin tranformou toda a raiva com que olhava a garota em palavras:
    Garota... Você não vê que estávamos tratando de outro assunto?
    Olhei pro Kevin, as lágrimas por causa das palavras de Nathan ainda escorriam por seu rosto e pareciam que não iam secar tão cedo. Era melhor a Loira ter cuidado com ele, porque ele parecia estar cheio de raiva e não conseguindo raciocinar direito:
    - Não falei para você falei? Então não dirija a palavra mim. - aquilo não era exatamente o que eu chamava de ter cuidado
    Pergunto se Nathan conhece a Loirinha. É Kevin quem responde:
    - Conhece sim, acho que até bem demais.
    Ergui uma sobrancelha pra garota e depois destinei meu olhar pra Nathan. Eu tinha entendido o que Kevin queria dizer. Nathan tinha algo com aquela garota? Bom, cada um tem seus gostos e não posso negar que havia algo de hipnotizante na aparência dela. Ela disse:
    – Com certeza!
    Bom, pelo menos parecia que estava certa quanto ao meu ciúmes. Não, eu não estava certa, era um ciúme bobo. A menina não parecia gostar muito de mim por eu estar de mãos dadas com o Nathan. Pouco importa, não ia soltar. De repente o corvino que estava calado até então, diz, carregando cada palavra com todo ódio que um ser humano pode sentir:
    Olha aqui Kevin. Ele apontou o dedo pro meninoSe você me conhece bem sabe o porquê deu estar aqui! Eu estou evitando o mundo! E você, há, e você não tem direito de falar palavras com um ar tão sujo direcionando-as para mimOlhei para o Kevin, de novo ele era o alvo da raiva do Nathan Bella? - Olhei para a garota, aquele era o nome dela... - Sim a conheço, e muito bem, somos amigos e nada mais! Bella não me desejou como namorado ou algo do tipo, ela me dispensou.Será que eu estava atraindo tocos? Quer dizer, primeiro o Nathan com o Kevin, agora o Nathan tinha tomado um toco da Bella... Só esperava que a próxima não fosse eu!Eu pensei em entregar todo sentimento guardado durante anos para ela, porém sabe qual foi a resposta dela para mim? Nathan não sou seu final feliz. Olhei pro Nathan, ele olhava para Bella, não devia ter sido fácil pra ele ouvir aquelas palavras.Agora eu pergunto Bella, o que você está fazendo aqui? Além de não ser meu final feliz você também não me deixará ter nenhum outro? Eu me guardava para a pessoa certa, é até ridículo falar isso, mas era o que eu fazia, desperdicei meu primeiro beijo com você, sabe o quanto isso me feriu? - Para tudo! Primeiro beijo? Aquilo sim tinha sido chocante! Um garoto que deu seu primeiro beijo com 17 anos! Era a coisa, mais, mais, mais romântica que eu já tinha ouvido. Quer dizer, todo mundo pensa em se guardar pra pessoa certa, mas aí vem os 13, 14 anos ,os hormônios começam a borbulhar e você resolve se divertir com as pessoas erradas mesmo. Mas o Nathan tinha tido paciência de esperar. Não é exagero dizer que meu queixo tinha caído - Sou sim uma pessoa sentimental, mas parece que ninguém nesse castelo respeita isso!
    Ele continuava apertando a minha mão. Era uma força que me prendia a realidade. Afinal aquele ambiente da passagem secreta, aquelas pessoas excepcionalmente bonitas e eu que nada tinha a ver com todas aquelas intrigas observando. Parecia um sonho do qual eu já tinha perdido o controle a muito tempo. O Nathan se dirigiu a Bella:
    -Como eu disse para o Kevin: Sou todo ouvido, pode falar, se tem algo a me dizer que me diga aqui na frente de todos, assim não será somente eu o julgador.
    E lá estava eu de testemunha ocular de novo! Eu só podia ouvir o que a garota tinha a dizer. Não sei, eu não gostava muito dela e acho que ela não gostava muito de mim também, uma competiçãozinha feminina que as vezes rola entre as mulheres. Ela disse:
    - Eu sei que você me odeia, ta eu sei! Droga desculpa não vai adiantar. Eu não pensei em você eu não pensei em mim, sou egoísta. Conheço você muito bem para saber que não deveria ter feito o que eu fiz. Não acredito que estou fazendo isso, mas...
    Ela começou a se abaixar. Ah não, você não vai fazer isso... Tarde demais ela já tinha se ajoelhado. Se ajoelhado naquele chão imundo da passagem secreta, mas o pior, se ajoelhado na frente de Nathan para implorar o perdão dele. Eu disse que não gostava muito dela, mas naquele instante não conseguia sentir nada além de pena. Ela devia estar realmente arrependida pra deixar qualquer resquício de orgulho e amor próprio de lado daquela maneira. Eu queria estender minha mão para que ela se levantasse, mas estava sem reação. A garota continuou:
    – Me desculpa, eu te amo Nathan. Eu não tenho medo de dizer isso na frente de todo mundo, por que eu amo mesmo!
    Olhei pra garota e olhei pro Nathan, eu queria falar um monte de coisas, mas as únicas palavras que saíram em um murmúrio foram:
    - Pelo jeito hoje é seu dia de ouvir declarações, garotão...
    Eu olhava pro Nathan, eu continuava ali por ele. Agora era a hora da verdade. O que ele ainda sentia por Bella? Pousei meu olhar no Kevin, as lágrimas nos olhos garoto e as únicas duas pessoas que ele já conhecia naquela passagem odiando-o profundamente. Ele não parecia merecer todo esse ódio, eu não o odiava, mas ao mesmo tempo nem o conhecia. E pra completar o quadro aquela menina loira ajoelhada. É, acho que a passagem secreta nunca tinha presenciado algo parecido.
    Summer Reyes
    Summer Reyes
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 121

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Kevin Antonny Fletcher em Qui Jan 06, 2011 10:18 pm





    Eu estava confuso, chateado, magoado, ferido, coração partido, com raiva. Era muito sentimento para uma pessoa só sentir, sem auxilio de ninguém. Eu estava em pé por estar mais minha forçar já tinha ido embora há muito tempo. Estava com a respiração muito forte, estava sentindo dores, dores muito forte. Sentindo uma pontada do lado do coração. Sem ninguém perceber peguei no lado do meu coração e apertei para ver se paravam as dores que era intensas. O porquê das dores? Era pelo Nathan? Pela raiva que sentia daquela loirinha nojenta?

    Certo, sei que tinha abusado da paciência do Nathan era pra mim ter ficado calado, eu não agüentava ver a troca de olhares do Nathan com a Bella. Ouvi tudo que o Nathan tinha pra botar pra fora, aquilo foi como ele tivesse mirado em mim com a varinha e soltado a maldição cruciatus. Mas okay, estava vivo ainda e não iria morre por isso, eu acho. Estava mal e ninguém percebia isso, tava não sei mas foi esforço demais isso pra mim. Nem forçar pra revidar a resposta da loira não tive, olhei mais uma vez para o Nathan e quando vi a garota se declarando. Quando olhei pra garota quando ela se ajoelhou e disse ‘te amo’ para o Nathan, não tinha como eu competir com aquilo.

    Olhei pra a Summer acho que ela viu que eu estava mal mesmo, me virei em direção a porta e comecei a andar ate ela, passo por passo, eu estava sem forças, não sei, parecia que alguém tinha sugado toda minha energia – Okay, desisto. – Minha voz saiu num tom muito fraco não agüentava mais nem falar. Senti uma leve tontura e me escorei na porta, respirei fundo e falei bem baixo – Okay, calma, aqui não. – Fui andando em direção a saída até que eu tropecei nos meus pés e cai no chão desacordado. Eu estava no lugar escuro, sombrio, sozinho lá era gelado e não tinha ninguém, ao longe eu via uma luz e ao lado dela estava o Nathan mandando eu não ir ate lá e dou outro lado da luz estava a Bella me chamando, mas afinal o que aquilo significava?






    Spoiler:
    Sem problema Juuh.
    Kevin Antonny Fletcher
    Kevin Antonny Fletcher
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 14

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Nathan F. Andreiev em Sex Jan 07, 2011 5:18 pm

    03/09 | Passagem Secreta - tarde 98295561 03/09 | Passagem Secreta - tarde 57970357 03/09 | Passagem Secreta - tarde 40458679

    Kevin or Bella ... or Summer? o.o'
    Quem diria, em plena passagem secreta #end


    Eu via bela em minha frente com um olhar muito arrependido, um olhar sem comparações, era único, e meu coração se moía por dentro ao presenciar suas palavras. Ao pouco ela foi se abaixando eu não acreditava que ela estava fazendo aquilo, ela, Bella Chatrywt, se ajoelhando em minha frente, deixando seu enorme orgulho de lado, isso realmente foi tocante. Naquele momento não consegui mais me agüentar, porém apenas uma lagrima escorreu em meu rosto.

    - Pelo jeito hoje é seu dia de ouvir declarações, garotão. – Eu olhei de canto de olho para Summer, achava graça dos comentários dela, ela era realmente importante para mim naquele momento, ela me transmitia à única coisa que eu estava precisando naquele momento, ela me transmitia paz.

    Segundos após Bella se ajoelhar, eu não poderia permitir aquela cena, aquele ato. Pegando em seus braços a levantei, Bella sabia que eu gostava dela, mas amor era uma palavra muito forte para mim naquele momento, eu sempre evitei falar aquilo, para falar verdade era a palavra que eu mais temia falar, eu somente havia falado ela uma única vez e havia sido para ela mesma, porém naquele momento eu não sabia certamente o que eu sentia. – É bom ouvir isso Bella – Nesse momento já não estava de mãos dadas a Summer, abracei Bella. – Porém não sei se tenho força para falar o mesmo. – Continuei nos abraços dela, com meus olhos fechados, por esse motivo não havia visto Kevin se distanciar, ao pouco fui abrindo meus olhos e a primeira cena que tive foi Kevin jogado ao chão.

    Naquele mesmo momento me soltei dos braços de Bella e corri em direção a Kevin, eu sabia o que ele tinha, Kevin tinha uma doença e eu havia feito o mesmo se abalar causando um dos sintomas, entrei em desespero, cheguei perto de Kevin e eu inicialmente não sabia o que fazer, porém abaixei-me e senti sua pulsação, estava estável, ele ainda estava comigo. – Kevin, força! Você não pode morrer aqui! – Falei enquanto o pegava no colo. Naquele momento as células de Kevin deveriam estar em guerra, isso explicava sua cor péssima. – Levarei Kevin para a enfermaria! – Olhei para Bella por um segundo e depois voltei meu olhar Summer. – Se quiserem venham comigo! – Com Kevin nos braços eu corria desesperadamente. – Cara força! Força! – Gritava para todos que eu achava pelo caminho sair da minha frente, eu precisava ser rápido, era tudo minha culpa.

    #19
    Nathan F. Andreiev
    Nathan F. Andreiev
    Ravenclaw
    Ravenclaw

    Mensagens : 47

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Summer Reyes em Ter Jan 18, 2011 5:30 pm

    * Maybe I need some rehab
    Or maybe I just need some sleep *

    Pense em uma rave com pessoas penduradas em lustres, dançando seminuas em cima de mesas, nadando em cachoeiras de ponche e correndo pela festa só com roupa de baixo porque perderam uma aposta de quem bebia mais garrafas de whisky de fogo ao mesmo tempo. Parece loucura certo? Mas não era NADA comparado a uma passagem secreta com 3 adolescentes se declarando. Aquilo sim era insano. E eu posso fazer essa comparação, afinal passara de um para o outro sem descansar um segundo sequer. Meu esgotamento físico agora era inegável. Bella estava ajoelhada no chão, Nathan largara a minha mão e Kevin disse, virando logo em seguida em direção a saída:
    - Okay, desisto
    Olhei para ele. Com certeza, estava sofrendo muito. Meu primeiro impulso foi ir atrás dele. Mas além de eu estar muito cansada achava que o que ele mais desejava naquele momento era ficar sozinho. Nathan disse:
    É bom ouvir isso Bella Ele levantou a garota e lhe deu um abraço. Eu olhava pros dois com uma expressão neutra, mas feliz por ele ter tirado a garota do chãoPorém não sei se tenho força para falar o mesmo. -
    Ergui uma sobrancelha. Aquilo sim era uma confusão. Nada comparado ao que aconteceria em seguida. Escutei um baque surdo perto da saída. Olhei imediatamente e o que vi me fez ficar ainda mais confusa. Kevin estava caído no chão. Tinha desmaiado por causa do excesso de sentimentos misturados que aconteceram na passagem secreta? Eu achava estranho, ele era jovem, devia ter uma saúde de ferro. Devia ser só stress mesmo. Nathan fora muito rápido. Estava do lado de Kevin antes de eu ter conseguido dar um passo para ajudar o garoto. A expressão do corvino me fez temer que Kevin tivesse algo mais grave. Ele parecia achar que aquilo era muito mais do que um simples desmaio:
    Kevin, força! Você não pode morrer aqui! Morrer? Morrer? Recuei 3 passos. Claro que não podia! O Kevin não ia morrer! Nathan me assustava cada vez mais Levarei Kevin para a enfermaria! Quando Nathan olhou pra mim eu estava em choque Se quiserem venham comigo!
    Eu queria ir com eles. Mas eu tinha certeza de que a única pessoa que Kevin queria por perto naquele momento era o Nathan. Era um momento deles. Nathan parecia entender o que ele tinha. Eu provavelmente ia ser a pessoa que as enfermeiras mandam se afastar do paciente quando ele tem algo grave. Eu não teria utilidade nenhuma.
    Quis dizer pro Nathan que o Kevin ficaria bem, mas não deu tempo, a única coisa que deu pra fazer antes do Nathan sair numa disparada com o Kevin nos braços foi:
    - Kevin! Nunca, em hipótese alguma, siga a luz!!!
    Esperava que ele tivesse ouvido. Esperava que aquilo o ajudasse de alguma forma. Agora estavamos eu e Bella naquele corredor estreito, eu não sabia se ela iria atrás dos garotos. Era uma situação estranha estar sozinha com ela. Ter que falar diretamente a ela. Eu não sabia direito como agir. Disse com a voz fraca:
    - Bom.... ahn.... Tchau
    E saí andando o mais rápido que minhas pernas exaustas permitiam de volta aos exteriores do Castelo, eu precisava pensar, precisava de uma clínica de reabilitação depois das experiências traumáticas daquele dia ou talvez só precisasse de um pouco de sono.
    Spoiler:

    Off: Desculpa ter te pulado Sabry, mas como finalizei minhas ações, achei que não tinha muito problema. Qualquer coisa MP =)
    Summer Reyes
    Summer Reyes
    Gryffindor
    Gryffindor

    Mensagens : 121

    Ver perfil do usuário

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    03/09 | Passagem Secreta - tarde Empty Re: 03/09 | Passagem Secreta - tarde

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Conteúdo patrocinado


    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum