Hogwarts Revelium
MSN GROUP
group1378820@groupsim.com
15 de Outubro
sexta-feira
a temperatura agradável permite que os habitantes de Hogwarts andem com roupas leves. Durante o dia o céu é claro e bonito, fazendo com que os jardins fiquem lotados por alunos em busca de um banho de sol. A noite o céu é estrelado e há um grande movimento de alunos em direção a Hogsmeade por causa de uma festa que o diretor permitiu a presença destes.
AÇÕES:
- aula de aritmancia para o 7° ano
- aula de poções para o 6° ano
- festa no Pub MixysBars, em Hogsmeade




Últimos assuntos
» Bate-Papo.
Dom Jul 17, 2011 4:17 pm por Dominic Harvey

» 15 de Outubro - Noite
Seg Jun 27, 2011 11:43 am por Lucca Ragazzi

» Pegunta idiota, Resposta cretina...
Dom Jun 19, 2011 11:16 pm por Ethan Miller

» Confesso que...
Ter Jun 14, 2011 5:52 pm por William Kane

» 15/10- Estrada de Hogsmeade-Tarde
Dom Jun 12, 2011 3:28 am por Rosalie Marie Stewart

para parceria,
entrar em contato com:
hogwarts.revelium@hotmail.com

07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Ir em baixo

07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Mirel Radoi em Qui Mar 10, 2011 4:16 am

Grécia - 07 - setembro - 2010 (MADRUGADA)

Um homem correndo. O som de seus sapatos estalando no chão de mármore polido. Agilmente desviando das pilastras de terra grega que vinham a sua frente. O som da respiração quase sem fôlego ecoava pelo salão.

- Ali, peguem o maldito!

Uma curva mal feita a esquerda e cinco bruxos a sua frente. O homem girou agilmente nos calcanhares dando meia volta, ele deveria ter virado a direita, seus sentidos já estavam falhos, ele estava ficando velho, será? Feitiços começam a despedaças as pilastras e a passar por cima de sua cabeça a todos os momentos. Mais uma curva a fazer, para onde dessa vez? Virou novamente para a esquerda e pareceu ver a saída a sua frente e começou a correr mais rápido, segundo erro. Uma barreira invisível estava a sua frente, ele bateu fortemente o corpo e voltou dois metros deslizando no chão de mármore, ficando totalmente atordoado.

- Vamos, ele está na falsa saída!

Falsa saída, eram três erros em apenas uma noite, sim, estava ficando velho, já não tinha mais o mesmo vigor de antes, será? Arrastou-se para trás de uma das pilastras tentando recuperar a total consciência. Balançou a cabeça fortemente para afastar a tontura, o que pareceu adiantar de primeiro momento, mas logo veio uma forte dor de cabeça.

- Cubram o perímetro, ele não foi a lugar nenhum e com certeza está ferido. Vamos capturar esse Comensal imundo e pegar aquela recompensa.

Um filete de sangue começou a escorrer do canto esquerdo de seus lábios, o doce gosto de sangue, eles conseguiram derramar o seu sangue. Apertou firme o cabo da varinha fazendo a articulação de um dos dedos estalarem secamente. Ouvia os passos dos homens se aproximando cautelosamente.

- Você sabe que não tem saída e você vale mais vivo do que morto.

Sorriu! Malditos caçadores de recompensa, já tinha matado dezenas, mas pareciam baratas, tinha que pisar cada vez mais forte para elas morrerem.

- Tudo bem, eu vou sair!

Com as duas mãos para o alto, como se tivesse sido enquadrado pela policia trouxa, ele saiu de trás da pilastra que estava escondido tranquilamente.

- Vejam só, mais um rato para nossa coleção homens. Jogue sua varinha pra cá Comensal, esta eu vou guardar no topo das outras. Falou rudemente, com a voz embargada pela bebida, um dos caçadores.

Os outros se posicionaram ao redor do Comensal, fazendo um circulo, todos com varinhas apontadas para ele.

Previsíveis!


- Qual o seu nome Comensal?

Mirel Radoi abaixou-se agilmente tocando a ponta da varinha no chão. Todos os caçadores ficaram imoveis com a reação dele, afinal, ninguém esperava que um homem derrotado e ferido fizesse aquilo.

Ao toque da varinha no chão, uma lufada de ar quente surgiu do nada atingindo todos e lançando-os para trás, metros de distância. Teria sido mais longe, mas as pilastras fizeram o favor de ampará-los e quebrar inúmeros ossos.

Gemidos de dor!

Radoi caminhou entre eles. A maioria estava desacordada, mas o líder estava de pé, com a varinha apontada, tremula, mas apontada para o Comensal.


- Estupefaça!

O Comensal sorrindo bloqueou o feitiço apenas com um movimento da varinha. O caçador lançou outro feitiço, que foi protegido da mesma maneira do primeiro. Radoi começou a se aproximar do homem, que cada vez mais tremulo mais conseguia conjurar feitiços, acertar o alvo então já era mais difícil ainda.

Outro movimento de varinha e o caçador estava desarmado. Caminhando para trás, tremulo, tropeçou numa pedra e caiu no chão.


- Por favor, eu imploro.

- Não sabe como é delicioso o cheiro do medo, seu verme imundo. Pode deixar, eu não vou te matar, não rapidamente.

O Comensal fez dois movimentos em meia lua no ar com a varinha e os ossos das duas pernas do homem foram quebrados.

Gritos e mais gritos de dor e misericórdia.

Novamente aquele movimento e dois fêmures estavam quebrados.

Gritos ainda mais altos.


- Por favor, eu imploro, piedade. A voz saia falha. Lagrimas e mais lagrimas saiam dos olhos do caçador que já perdia a sanidade. Eu juro que não conto nada a ninguém. Por favor, vá embora e me deixe aqui, eu juro... O homem começou a chorar copiosamente como se fosse uma criança

- Pode deixar, você não vai contar, afinal, mortos não falam.

O Comensal continuou quebrando cada osso do corpo. O homem gritava, chorava e implorava. O Comensal ignorava e sorria. Cada osso quebrado era um sorriso. Quanta satisfação, quanto prazer e que maravilha.

O homem desmaiou. O Comensal o acordou e isso foi feito pelo menos três vezes. Já estava quase terminado.


- Agora vamos ver o seu sangue escorrer.

O homem fez o corpo do caçador flutuar para frente de uma pilastra e prendeu-o com tirar nela.

- Sabe, eu aprendi algo muito inteligente no Japão. Antigamente os samurais, quando prendiam algum grande outro samurai, eles tiravam toda a roupa dele e faziam cem pequenos cortes, tomando cuidado para não cortar nenhuma veia ou artéria. Assim todo sangue esvaia do corpo causando uma dor incontrolável. Sorriu ele para o homem que olhava apavorado para sua explicação. Radoi aproximou-se calmamente do homem preso a pilastra, parcialmente quebrada, e tocou a varinha em seu peito e murmurou algo. A roupa do homem se dissolveu, deixando-o completamente nu. Lentamente apareceu um corte em cada pé.

Os gritos voltaram com mais vigor ainda, mesmo com quase todas as costelas quebradas ele conseguia gritar.

Os cortes foram se espalhando por todo o corpo do homem e sangue ia escorrendo de cada corte, até todo o corpo dele ficar toda vermelho.


– Sabe homenzinho, agora vou deixar esvair vagarosamente todo o sangue sujo do seu maldito corpo, mas antes...

Radoi escreveu uma frase no ar com a varinha. Gotas de sangue saíram dos cortes do corpo do homem e pareceram preencher as letras no ar e a frase se formou: O mal está de volta.

Mirel Radoi sorriu, sorriu um sorriso profundo de satisfação e prazer. Murmurou a maldição da marca negra e uma pequena marca pairou no ar no meio da chacina que havia acabado de provocar.

Correu apressadamente para a verdadeira saída, já estava na hora de voltar para Londres, pressentia que algo iria recomeçar por lá, algo mal e cruel, e ele com certeza estaria no meio de tudo aquilo, afinal, o que era um Comensal sem confusão ao seu redor...


Londres - 07 - setembro – 2010 – Hogsmeade (TARDE)

Radoi aparatou em Hogsmeade. Ali era como um termômetro do mundo bruxo. Perto da maior escola bruxa do mundo, ali tinha de tudo, desde aurores, até vagabundos e ladrões. Correu para um beco vazio e tirou um pequeno frasco de dentro do sobretudo e tomou um gole, foi um Comensal caçado, então não podia ficar andando com o seu rosto, então tomou dois goles de uma Poção Polissuco. Rapidamente suas feições foram mudando para um rapaz mais jovem, alto, pele bem clara, olhos de um verde profundo, cabelos curtos, negros e revoltos e uma cicatriz em forma de V abaixo do olho esquerdo. Caminhou pelas ruas calmamente vendo as lojas e novidades, afinal, já fazia quase treze anos que não ia até aquele lugar.

Muitas coisas ainda estavam no mesmo lugar e outras novas haviam surgido, o povoado havia crescido e bastante. Caminhou até certos pontos e viu que o povoado estava bem movimentado. Ele não sabia o que estava acontecendo, será que era algum dia de festejo, ou será que era outra coisa. Forçou a mente para tentar lembrar e presumiu que era um simples domingo, no qual os alunos de Hogwarts saiam para passear. Hogwarts, bons tempos, ruim os tempos vagando sem rumo e melhor ainda quando se juntou aos Comensais da Morte, sorria enquanto caminhava.

Caminhou para uma parte um pouco mais afastada e viu a famosa loja de roupas Trapobelo, ali ele havia comprado algumas coisas. Na frente da vitrine havia uma menina admirando, o que pareciam ser vestidos. Era uma menina normal, mas bonita. Pela idade ela parecia ser aluna, mas talvez quase formando, pois não tinha rosto de menininha.

Radoi precisava saber das novidades, então resolveu aproximar-se dela, uma conversa não iria matar ninguém, a não ser que ela fosse uma auror disfarçada.


- Acho que esse vestido ficaria muito melhor em você do que nesse manequim sem vida. Sorriu charmosamente. Como vai? Prazer, Mirel Radoi! Ele estendeu a mão para a menina esperando a resposta.
avatar
Mirel Radoi
Comensal
Comensal

Mensagens : 46

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Lorelai Bouvié Tissou em Qui Mar 10, 2011 4:44 am

Lor estava cansada de ficar ali nos jardins lendo, tentando fingir que era uma menina sociável; sim internamente ela queria ter amigos e ser social, algo que nunca foi e nunca seria por isso mesmo, simplesmente ela se levantou dali, limpou a grama do jeans e com o livro que estava lendo rumou para o vilarejo.

Assim que chegou ao local viu vários alunos ali e nenhum parecia ver ela, passavam por ela como se fosse invisível, mas tudo bem ela já estava acostumada a ser ignorada, por isso mesmo rumou até a trapobelo que parecia estar tranqüila comparada ao restante dos locais e ficou ali olhando as roupas, porém um vestido preto lhe chamou muito atenção, ele era do tipo simples, mas que iria ficar legal.

Ela até podia comprar o vestido, mas onde iria usar? Nunca era convidada para nenhuma festinha das casas e nas festas de Hogwarts nunca ia, odiava o tumulto a felicidade que os alunos pareciam exilar naquelas reuniões, então comprar o vestido era perda de tempo e dinheiro. Com os braços cruzados ao redor do livro que parecia se tornar um escudo, ela sentiu alguém chegar perto dela e puxar assunto, ela olhava para ele como se escondesse o olhar na sua franja para não revelar quem era.


Mirel escreveu: - Acho que esse vestido ficaria muito melhor em você do que nesse manequim sem vida.

Mirel escreveu: Como vai? Prazer, Mirel Radoi!

-Prazer Lorelai... Bem obrigada e você?

Perguntou ela sem dar a mão para ele apertar, mas lhe olhando pelo canto de olho como se fosse uma felina observando tudo antes de fugir, mas o que mais martelava na sua mente, era porque um jovem como jeito de ser aluno popular viera falar com ela? Só podia querer lhe pregar alguma peça era o que pensava e até já articulava na sua mente uma fuga ou algum contra golpe caso ele tentasse lhe machucar só para depois fazer piada com seus amigos em algum salão comunal e apontar no corredor que ela era a sua vitima da vez.
avatar
Lorelai Bouvié Tissou
Monitor (Grifinória)
Monitor (Grifinória)

Mensagens : 19
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Mirel Radoi em Sex Mar 11, 2011 4:29 am

O Comensal havia aparatado para Hogsmeade. Após longos anos longe daquela terra resolvera voltar diretamente para ali, pois, depois do Beco Diagonal, era um dos lugares mais diversificado do mundo bruxo londrino. Caminhando aleatoriamente pelo povoado, que parecia muito maior e mais evoluído, desde a ultima vez que estivera ali, resolveu parar e perguntar para alguma pessoa como andavam as coisas por ali ultimamente.

Passando pela Trapobelo, viu uma garota sonhadora em frente a vitrine admirando um vestido. Com toda certeza ela era muito mais nova do que ele, mas talvez ela soubesse as noticias.

Chegando perto a abordou com um elogio, afinal, qual mulher não gostava do mesmo, mas por sorte, muita sorte, escolheu uma pessoa com o gênio bem difícil.

Após se apresentar e perguntar como a garota estava teve uma resposta meio que seca.


Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- Prazer Lorelai... Bem obrigada e você?

A menina mal olhou para ele, como se estivesse desconfiada de algo, será que o filete de sangue ainda estava em seu rosto? Olhou rapidamente para o seu reflexo na vitrine e só o que viu foi o branco do seu rosto, a imensidão dos seus olhos verdes e a cicatriz em forma de V abaixo do seu olho esquerdo, que no reflexo do espelho parecia do olho direito, não, estava tudo bem, a menina que deveria está desconfiada com alguma coisa.

- Ah, eu estou ótimo também, obrigado Lorelai. Disse ele sorrindo amigavelmente para ela. - Sabe Lorelai, tem alguns anos que eu não venho a Londres, depois que terminei Hogwarts viajei para adquirir novos conhecimentos, será que você podia me contar o que tem acontecido por aqui ultimamente? E fique tranqüila, eu não sou nenhum seqüestrador, assassino, molestador, tarado ou maluco... Falou ele em tom totalmente de descontração e brincadeira. A parte de assassino talvez haja controvérsias, mas era valido, afinal ele não iria fazer nenhum mal a garota.

- Será que podemos andar um pouco por ai para você me contar as coisas, ou está esperando pelo seu namorado? Desculpe não ter perguntado, afinal, hoje é domingo né, dia de passeio no povoado? Radoi mostrou preocupação na voz, tudo o que faltava era aparecer algum moleque metido a valente e ele ter de matá-lo, mas até que seria divertido.
avatar
Mirel Radoi
Comensal
Comensal

Mensagens : 46

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Lorelai Bouvié Tissou em Sex Mar 11, 2011 5:26 am

Não adiantava Lor era realmente uma pessoa desconfiada e mesmo que a pessoa tivesse a melhor das intenções e era isso que estava acontecendo a menina ficava com o pé atrás com medo de sair machucada, mas Mirel que percebeu isso foi logo tranqüilizando a menina que levantou o olhar; um olhar triste que revelava uma pessoa tímida, fecha e sofrida que mais se protegia de si mesma que do mundo.

Então com um mesmo triste estava tranqüilo e calmo e demonstrou até certo afeto, queria dar atenção pra ele, mas ainda se protegia abraça ao livro contra o corpo e com a voz mais amena e delicada ela respondeu, aceitava andar por ai e conversar sobre o que andava acontecendo pelo mundo bruxo, mesmo ela se considerando a pessoa menos informada sobre esse assunto.


Mirel escreveu: - Ah, eu estou ótimo também, obrigado Lorelai. - Sabe Lorelai, tem alguns anos que eu não venho a Londres, depois que terminei Hogwarts viajei para adquirir novos conhecimentos, será que você podia me contar o que tem acontecido por aqui ultimamente? E fique tranqüila, eu não sou nenhum seqüestrador, assassino, molestador, tarado ou maluco...

-Bom posso tentar lhe contar algumas coisas, mesmo admitindo que sou uma pessoa até bem por fora dos acontecimentos...Tudo bem eu estou mais tranqüila... Desculpe-me ter sido tão mal educada e que eu estou acostumada a sempre sofrer com as brincadeiras dos alunos.

Falou ela dando um sorriso sem mostrar os dentes; assim que Mirel falou sobre o namorado, Lor apenas pensou “ ah ta NE? Eu não sou bonita e nem popular... Nem amigos tenho quanto mais namorado”, mas ela não falou nada disso para ele, apenas respondeu de forma normal que ele não estava lá.


Mirel escreveu: - Será que podemos andar um pouco por ai para você me contar as coisas, ou está esperando pelo seu namorado? Desculpe não ter perguntado, afinal, hoje é domingo né, dia de passeio no povoado?

-Ah sim finais de semana são dias de passeio pelo vilarejo... Ele não vem, então podemos sim caminhar e conversar.

Falou ela dando uma ultima olhada no vestido e então voltando o olhar para Mirel, mordeu de forma discreta e mais internamente que externamente o lábio inferior e perguntou.

-O que você quer saber? Devo admitir que ultimamente tudo anda muito calmo por aqui... Chega até ser chato.

Falou ela de maneira tranqüila e colocando um pouco do cabelo atrás da orelha para revelar mais um pouco de seus traços, mas seus olhos eram escondidos pela franja que teimava em cair sobre os mesmo como se quisesse protegê-la do mundo.
avatar
Lorelai Bouvié Tissou
Monitor (Grifinória)
Monitor (Grifinória)

Mensagens : 19
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Mirel Radoi em Sex Mar 11, 2011 10:57 pm

A menina pareceu ficar um pouco mais descontraída e um pouco menos desconfiada, mas continuava abraçada ao livro, como se ele fosse um escudo. Mais calma e vendo que ele não faria mal a si, ela resolveu responde-lo, no que ele avaliou uma resposta triste e sofrida.

Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- Bom posso tentar lhe contar algumas coisas, mesmo admitindo que sou uma pessoa até bem por fora dos acontecimentos...Tudo bem eu estou mais tranqüila... Desculpe-me ter sido tão mal educada e que eu estou acostumada a sempre sofrer com as brincadeiras dos alunos.

Ele pareceu mais tranquilo também, afinal ela não iria sair correndo dali a procura do primeiro auror que viesse pela frente e ao mesmo tempo se lembrou dos anos de Hogwarts, como era bom azarar e pregar peças naqueles sangue-ruim imundos, bons tempo, mas achou bem melhor depois de terminar poder torturá-los e matá-los das mais diversas maneiras, bons tempos. Um singelo sorriso brotou dos seus lábios, bons tempos, bons tempos...

- Sabe Lorelai, não vou dizer que era santo na época de escola, mas se tiver algumas contas a acertar com esses alunos que gostam de pregar peças, eu ficaria feliz em, digamos, conversar com eles, o que acha? Disse o homem/rapaz com um sorriso maroto, mas cruel nos lábios, mas logo ele também lembro que ela poderia ter namorado, perguntando logo em seguida sobre o assunto.

Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- Ah sim finais de semana são dias de passeio pelo vilarejo... Ele não vem, então podemos sim caminhar e conversar.

Ele pareceu desapontado por não ter nenhum namorado ciumento, mas também não acreditou muito na resposta dela, talvez não houvesse ninguém e ela não quisesse falar, pois na época dele toda folga da escola era dia de, bom, deixemos isso para o passado.

Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- O que você quer saber? Devo admitir que ultimamente tudo anda muito calmo por aqui... Chega até ser chato.

Começando a caminhar pensou no que poderia perguntar para ela, as coisas estavam tão paradas que estavam chatas, será que estava mesmo ficando velho e seu pressentimento na Grécia tinha falhado? Não, logo algo iria acontecer, caso isso não ocorresse ele talvez reunisse os Comensais da Morte que tivessem coragem de aparecer, quem sabe, mas por hora as noticias...

- Ah, eu quero saber as coisas básicas, como anda o Ministério da Magia, aquele grupo dos Comensais da Morte foi realmente extinto, tudo está calmo mesmo é? Sabe, cosias assim...

Ele caminhava tranquilamente, olhando atentamente para a menina, a espera das respostas e de novas informações.
avatar
Mirel Radoi
Comensal
Comensal

Mensagens : 46

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Lorelai Bouvié Tissou em Sab Mar 12, 2011 2:35 am

A menina achava engraçado ver o jeito que Mirel falava do jeito que era na escola, ela olhava pra ele e não achava que ele tivesse saído havia tanto tempo da escola, mas da maneira que falava parecia ser a muito tempo que isso havia acontecido, por isso mesmo a menina apenas sorriu com o comentário antes de continuar a conversar.

Mirel escreveu: - Sabe Lorelai, não vou dizer que era santo na época de escola, mas se tiver algumas contas a acertar com esses alunos que gostam de pregar peças, eu ficaria feliz em, digamos, conversar com eles, o que acha?

-Não vale a pena... Hogwarts sempre teve e terá esse alunos sem graça que pregam peças e tudo que quero é sair dali pra mudar minha vida e ai sim muitos desses alunos vão ver quem é a Lorelai que eles enchiam o saco.

Falou a menina exalando vingança e um leve tom de ódio pelos olhos, que revelavam ser uma menina sofrida, não na questão da vida mas no quesito estudar numa escola onde ela nunca se sentiu em casa e sempre se viu sozinha andando pelos corredores extensos e vazio, que ela era apenas mais uma fantasminha.

Logo em seguida o assunto se tornou as novidades do mundo, saber o que andava acontecendo, novidades de tudo que estava rolando no mundo bruxo que andava mais parado e tranqüilo que água de poço.


Mirel escreveu: - Ah, eu quero saber as coisas básicas, como anda o Ministério da Magia, aquele grupo dos Comensais da Morte foi realmente extinto, tudo está calmo mesmo é? Sabe, cosias assim...

-O ministério está apenas fazendo o que sempre faz, fiscaliza azakaban, cuida de acidentes com trouxas, sabe coisinhas simples...Olha pelo que falam o grupo de comensais foi realmente extinto... Mas eu acho que é mentira, após que eles estão esperando um tempo certo pra aprontar alguma coisa...O mundo aparentemente está calmo, crianças vem estudar em hogwarts sem se preocupar, podem sair nos finais de semana, sabe um mundo bem calmo como o ministério sempre desejou.

Assim que a menina parou de falar, ela olhou para Mirel e logo em seguida desviou o olhar para as ruas que estavam caminhando e se deu conta que estava entrando na parte onde havia mais alunos e tudo que ela faz foi diminuir o passo como se quisesse não chegar tão rápido ali. Como se quisesse puxar qualquer assunto pra fazer a distancia e o tempo se prolongar ela falou.

-Então Mirel o que tu faz na vida? Além de visitar o vilarejo?

Quando terminou de perguntar isso Lor achou que estava sendo intrusa de mais, mas ao mesmo tempo achou que tudo bem, ele iria responder se quisesse e se achasse que ela merecia a resposta.
avatar
Lorelai Bouvié Tissou
Monitor (Grifinória)
Monitor (Grifinória)

Mensagens : 19
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Mirel Radoi em Sab Mar 12, 2011 3:25 am

Lorelai parecia está mais tranquila e segura para conversar, pois depois que ele falou sobre açoitar alguns 'amiguinhos' dela, ela até sorriu para ele.

Lorelai Bouvié Tissou escreveu: - Não vale a pena... Hogwarts sempre teve e terá esse alunos sem graça que pregam peças e tudo que quero é sair dali pra mudar minha vida e ai sim muitos desses alunos vão ver quem é a Lorelai que eles enchiam o saco.

Radoi sentiu algo diferente naquelas palavras, antes a menina fechada e tímida agora mostrava-se audaz e com um futuro potencial para uma vida igual a sua, pois nada melhor que o ódio para adiantar as coisas.

- Sabe, não sou a melhor pessoa para dizer para ti não fazer isso, pelo contrário, mas, deixa pra lá...

Ele espantou o pensamento de um dia a garota vir a ser um Comensal da Morte. Logo o assunto mudou rapidamente para onde havia começado, noticias.

Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- O ministério está apenas fazendo o que sempre faz, fiscaliza Azkaban, cuida de acidentes com trouxas, sabe coisinhas simples...Olha pelo que falam o grupo de Comensais foi realmente extinto... Mas eu acho que é mentira, após que eles estão esperando um tempo certo pra aprontar alguma coisa...O mundo aparentemente está calmo, crianças vem estudar em Hogwarts sem se preocupar, podem sair nos finais de semana, sabe um mundo bem calmo como o ministério sempre desejou.

Radoi passou a mão do queixo, pelo pescoço até chagar a nuca. As coisas estavam bem mudadas realmente, bem mudadas. "Mas logo mudara ainda mais..." Pensou ele como quem não queria nada.

Caminhando e pensando no antigo grupo de Comensais da Morte, Radoi percebeu que ela começou a diminuir o passo, a andar mais devagar, não conseguiu entender bem o porque, pois estavam chegando numa praça e ele até pensou em chamá-la para tomar algo, mas talvez ela não quisesse ir para aqueles lados do povoado, afinal, estava bem mais movimentado que o resto. Logo ele foi despertado com uma pergunta que até já esperava.


Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- Então Mirel o que tu faz na vida? Além de visitar o vilarejo?

O que responder? Inventar mais uma mentira, ou usar uma das mentiras já inventadas que era quase verdade, não, afinal, porque não dizer a verdade, afinal, a menina tinha potencial para se juntar ao lado das trevas e caso ela saisse correndo que nem uma louca, era só ele simplesmente desaparatar dali, então decidiu contar a verdade para ela.

- Sabe... Falou ele bem pensativo, fitando-a nos olhos. - Vem comigo, vou te contar a verdade, mas temos muitos ouvidos a nossa volta...

Ele pegou-a por uma das mão, quase derrubando o livro que ela estava abraçada, e correu pelas vielas até um trecho afastado, que era conhecido como Travessa do Tranco Hogsmeade, pois era um tanto sombria.

- Acho que aqui eu posso falar contigo tranquilamente... Sorriu ele marotamente parecendo um garoto novamente, mas antes de falar tomou mais um gole da poção Polissuco.

- Sabe Lorelai, me orgulho muito do que sou e tenho raiva daqueles covardes desertores malditos. E se eu te dissesse que eu sou um Comensal da Morte?

Ele ficou encarando a menina seriamente e já com a mão preparada para puxar a varinha caso ela saísse correndo, mas ele viu potencial nela, quem sabe alimentando mais o ódio que ela sentia não poderia transformá-la num Comensal um dia.
avatar
Mirel Radoi
Comensal
Comensal

Mensagens : 46

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Lorelai Bouvié Tissou em Ter Mar 15, 2011 4:37 am

Lor não tinha nenhum assunto em mente que considerasse importante, afinal Mirel era uma pessoa nova e mesmo tentando passar o ar de ser totalmente confiável, ela sentia que tinha algo escondido no olhar dele, mas que naquele instante ele queria revelar para ela o que era e com isso Rory resolveu acompanhar Mirel para uma região do vilarejo mais afastada e mais escura onde eles poderiam conversar com mais calma sobre o que ele queria lhe contar e assim desfazer o olhar de segredo que ele carregava.

Mirel escreveu: - Sabe.... - Vem comigo, vou te contar a verdade, mas temos muitos ouvidos a nossa volta... - Acho que aqui eu posso falar contigo tranquilamente...

Assim que chegaram a travessa do tranco, Lor se apoiou numa parede empoeirada que estava próxima e ficou olhando nos olhos de Mirel que tomava uns goles de algum liquido e tudo que ela analisava ia sendo repassado em sua mente como se fosse um vídeo, ela queria chegar a uma boa resposta, mas tinha medo de escutar a verdade.

Mirel escreveu: - Sabe Lorelai, me orgulho muito do que sou e tenho raiva daqueles covardes desertores malditos. E se eu te dissesse que eu sou um Comensal da Morte?

Rory ficou bons instantes quieta, apenas olhando para o chão como se fosse absorvendo a resposta que tinha escutado; ela não queria fazer nada, apenas tinha duvidas de como um comensal ainda podia estar vivo e ali na sua frente, sendo que o ministério sempre pregou a idéia de que o mundo bruxo hoje em dia é um local totalmente seguro e tranqüilo.

-Eu acharia interessante e que você é corajoso por arriscar vir num local totalmente vigiado pelos aurores, já que o ministério adora falar que o mundo bruxo está limpo dos comensais... Sinceramente não entendo porque tem tanto medo de pessoas que lutam por seus pontos de vista... Afinal o mundo até onde se sabe é livre não é?!

Falou ela determinada e dando um sorriso tímido e contido para ele, como se dissesse não se preocupe sua revelação está à salva comigo e eu gostei de saber que ainda existe pessoas que desafiam o ministério.
avatar
Lorelai Bouvié Tissou
Monitor (Grifinória)
Monitor (Grifinória)

Mensagens : 19
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Mirel Radoi em Qui Mar 17, 2011 4:55 am

Correndo como um garoto, de vinte anos novamente, pelas vielas de Hogsmeade com uma garota nas mãos, como se fugindo dos inspetores de Hogwarts para dar aqueles amassos depois da hora de dormir, como era gostoso aquilo de mais proibido, como era bom tudo de errado e como era errante o poder das trevas...

Depois de alguns minutos correndo para ela, não sabia o porquê, mas queria falar com alguém sobre si, sobre seu passado, sobre o que realmente era e não sabia por que ela, uma simples menina, que tinha idade para ser sua filha, mas ele, naquele momento, estava vendo como uma amiga dos tempos de escola...

Olhou fixamente nos olhos dela, olhos penetrantes e marotos, frios e cruéis, de um verde infinito. Falou calmamente como se estivesse contando que era aparador de unhas de dragão, afinal, se orgulhava disso e, na época de Voldemort, fora um Comensal da Morte muito procurado, pois sempre trabalhava com Antonin Dolohov.

Apesar da poção está rejuvenescendo suas feições, tinha sido dado como morto e usado falsos nomes ultimamente, mas não tinha o porquê usar outro nome em Londres, afinal, era sempre o nome de Dolohov que se destacava nas manchetes dos jornais, ele ficava apenas com a diversão...

Radoi ficou observando a menina quieta. Não sabia se ela estava tramando fugir ou gritar. Com um movimento do punho fez a varinha deslizar para sua mão esquerda, pronto para nocauteá-la, já que uma Maldição da Morte chamaria muitas atenções, mesmo estando naquele local, mas depois de alguns instantes veio uma surpresa...


Lorelai Bouvié Tissou escreveu:- Eu acharia interessante e que você é corajoso por arriscar vir num local totalmente vigiado pelos aurores, já que o Ministério adora falar que o mundo bruxo está limpo dos Comensais... Sinceramente não entendo porque tem tanto medo de pessoas que lutam por seus pontos de vista... Afinal o mundo até onde se sabe é livre não é?!

- O Ministério perecera mais uma vez Lorelay. O Lord Negro pode ter ido, mas muitos como eu ainda estão por ai...

Ele sorriu para ela, que deu um tímido sorriso para ele. O sorriso dele era iluminado, cheio de vida e de malicia. Os dentes tinham suas extremidades um pouco afiadas, lembrando de longe dentes vampirescos.

Queria continuar a conversa, gostaria de continuar a conversa, mas algo que ele não esperava aconteceu, sua marca negra começou a queimar em seu braço direito, como era bom aquele sentimento, aquela dor em seu braço, aquele chamado, por alguns instantes ele pensou em Voldemort, o maior bruxo de todos os tempos, morto por um fedelho, que logo teria um fim memorável... Então resolveu despedir-se da menina, pois o chamado vinha de perto, algo que ele achou estranho.


- Lorelay eu preciso ir, tenho alguns assuntos para resolver na grande Londres. Venha, vou te deixar numa parte mais movimentada, mesmo o Ministério dizendo que o mundo bruxo está seguro novamente...

Falou rindo e debochando do Ministério da Magia. Ele caminhou rapidamente com ela até uma parte mais movimentada do povoado, não tinha certeza de quem estava chamando, mas não seria um novato e se fosse seria menos um Comensal para o Ministério se preocupar...

- Lorelay, foi um prazer te conhecer. Espero podermos nos encontrar novamente, quando eu estiver por aqui novamente lhe enviarei uma coruja no dia anterior, quem sabe na próxima vez podemos tomar algo?

Sorriu mais uma vez para ela e deu-lhe um beijo na testa...

- Até mais, se precisar mande uma coruja, diga meu nome baixinho no ouvido de uma coruja negra que elas sabem como encontrar os Comensais... Segredo hen...

Crac...
avatar
Mirel Radoi
Comensal
Comensal

Mensagens : 46

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Lorelai Bouvié Tissou em Qui Mar 24, 2011 3:03 am

Mirel escreveu: - O Ministério perecera mais uma vez Lorelay. O Lord Negro pode ter ido, mas muitos como eu ainda estão por ai...

Quando Lor escutou a frase de Mirel, ela apenas sorriu um sorriso de quem dizia “sabia que logo o mundo vai voltar a ser abalado”, mas nem falou isso, guardou para si e apenas ficou olhando Mirel, mas logo foi fechando a cara pois ele disse que precisava ir embora e naquele instante ela sentiu-se novamente sozinha num mundo de falsidades como ela chamava Hogwarts.

Mirel escreveu: - Lorelay eu preciso ir, tenho alguns assuntos para resolver na grande Londres. Venha, vou te deixar numa parte mais movimentada, mesmo o Ministério dizendo que o mundo bruxo está seguro novamente...

-Ah sim temos que manter aparências.

Disse ela de forma fria e calculista que quem queria armar alguma coisa para desfazer essa tranqüilidade tão amada pelo ministério. Totalmente no local mais movimentado do vilarejo Lor ficou mais alguns minutinhos ali conversando com Mirel, afinal ela queria saber como falar com ele quando pudesse, afinal era bom mante-lo informado de tudo que estava acontecendo no mundo, ainda mais quando esse mundo for a famosa escola de magia e bruxaria.


Mirel escreveu: - Lorelay, foi um prazer te conhecer. Espero podermos nos encontrar novamente, quando eu estiver por aqui novamente lhe enviarei uma coruja no dia anterior, quem sabe na próxima vez podemos tomar algo?
- Até mais, se precisar mande uma coruja, diga meu nome baixinho no ouvido de uma coruja negra que elas sabem como encontrar os Comensais... Segredo hen...

-Claro e na próxima vez, além de tomarmos alguma coisa eu te informarei sobre mais novidades... Segredo guardado ninguém saberá disso.

Assim que acabou de falar isso Lor viu Mirel aparatar e totalmente sozinha ali, ela olhou para aqueles colegas que caminhavam felizes e totalmente animados com aquele vilarejo que não tinha nada de novo.
avatar
Lorelai Bouvié Tissou
Monitor (Grifinória)
Monitor (Grifinória)

Mensagens : 19
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 07/09 | Trapobelo Moda Mágica - tarde

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum